Dor na corrida: o que fazer?

A dor articular é uma preocupação que acomete praticamente a todos os seres humanos, principalmente os que gostam de correr. Quem nunca sentiu esse tipo de dor em alguma articulação é privilegiado por sorte ou por uma ótima consciência corporal e muito treino realizado de maneira adequada. Suas causas são as mais variáveis possíveis: pode ser desde uma queda abrupta, uma pancada, massa corporal elevada, falta de suporte muscular ou até o mau uso da articulação no trabalho ou em casa.

Seus tratamentos também variam entre o simples e o complexo. Mas vamos aqui entender um pouco como proceder para prevenir e melhorar a performance da articulação. Primeiramente, procure saber a causa da dor. Após a descoberta através de exames clínicos e de imagem, busque a reabilitação. Nesse período, sua dor deve cessar completamente ou ficar muito “fraca”. Após isso, leve uma carta ou dados sobre as necessidades especiais que seu treinador deverá levar em conta em seu primeiro ciclo de treinos.

Ao começar a treinar, observe como seu pé toca o solo, se a distribuição de sua massa corporal está sendo dividida da melhor forma possível. Observe também, se o seu joelho, no momento que seu pé toca o solo, está um pouco flexionado (a literatura nos indica que ele sofre menos agressão quando está fletido). Essas são apenas pinceladas técnicas que vemos as pessoas sofrerem para melhorar.

Outro ponto muito importante é o equilíbrio do fortalecimento entre as regiões posteriores e anteriores do corpo. O equilíbrio corporal é um fator importante para a prevenção de dores. Assim como, o controle do peso corporal.

Observe muito se você está com sobrepeso ou obeso, pois isso poderá lhe trazer muitos problemas articulares, inclusive dores na coluna. Prefira perder um pouco de peso e fazer um fortalecimento antes de iniciar a corrida ou voltar a treinar para a corrida.

Esses pequenos cuidados podem fazer uma grande diferença em sua vida esportiva. Se cuide!

Alan Schmidt, treinador BioEco – Esportes de Aventura / Canoagem / Corrida / Triathlon / Personal Tr

Compartilhar:

Deixe um Comentário

Últimas Notícias

 
No pódio! Confira as conquistas dos nossos alunos no último fim de semana
Nosso aluno, Aldiney Silva, da cidade de Utinga na Bahia subiu ao pódio em 4º lugar categoria Pro Master A2 no 1º Desafio dos Tropeiros que aconteceu em Senhor do Bonfim/BA. Nossos alunos de MTB, William Viana, Leandro Lima e Ronie Antunes conquistaram a 2ª colocação na categoria Trio no MTB 12 Horas realizado no
Natação em águas abertas – dicas!
Dominar a natação em águas abertas pode ser uma tarefa intimidadora. Vários triathletas relatam “eu sei que poderia pedalar e correr, mas não tenho certeza de nadar em águas abertas.” 👉Treine em águas abertas regularmente antes da prova: É obvio que nadar em águas abertas não é como nadar em uma piscina. A água pode
Time BioEco na Corrida do Alvinegro 2019
No último domingo aconteceu uma das corridas mais tradicionais da nossa cidade!! 7ª edição da Corrida do Alvinegro! 👉Prof. Rafael Aragon – 5º lugar geral – 5Km. 👉Flávia Ferraz – 2º lugar – 15Km Clique AQUI e confira as fotos!
Mobilidade articular: falta ou excesso, como ela pode gerar dores durante a atividade física?⠀
A mobilidade articular é a capacidade de uma articulação realizar movimentos sem nenhuma restrição, tanto no aspecto micro articular (referente a cada osso que faz parte de uma articulação isolada. Ex: vértebra da coluna lombar) quanto no sentido macro articular (que envolve mais de uma articulação. Ex: rotação do ombro) e ela é um dos
Treinamento de força e de corrida, como conciliar?
Treinamento de Força e Treinamento de Corrida, como conciliar? Quantos dias na semana devo fazer de Musculação? A resposta não é tão simples assim. Até mesmo por que, não existe uma única resposta para essa pergunta. Muitas variáveis devem ser levadas em consideração quando planejamos um programa de treino. A começar pelo indivíduo: para quem
Fígado: ele aguenta o tranco, mas por quanto tempo?
Silencioso, o fígado é um dos órgãos que pode demorar anos para apresentar sinais específicos de problemas. Em consequência disso, uma doença que traz grandes perigos é a esteatose hepática não alcoólica, conhecida popularmente como gordura no fígado. Existem duas classificações de Esteatose Hepática, que têm causas diferentes. Alcoólicas: provocadas pelo consumo excessivo de álcool

Curta a nossa Fan Page

 

Instagram

 

Parceiros

 

Contato

 

Entre em contato para saber mais sobre treinos, calendário de provas e outras informações.

Fone:    +55 (19) 3382.5451
Celular: +55 (19) 99690.7588
Email:   contato@bioecoesportes.com.br

Endereço:
Rua Ipiranga, 226
Centro | Piracicaba-SP
CEP. 13400-480