Treinamento de Força e Economia de Corrida

Existem vários métodos de treinos que podem ser utilizados para ganho de força muscular: Resistência de Força, Força Máxima, Levantamento de Peso Olímpico, Pliometria e Sprints são alguns exemplos de métodos existentes.⠀ ⠀
No entanto, é importante destacar que não necessariamente o aumento de força está atrelado ao aumento da massa muscular. O aumento da força pode sim ocorrer através do aumento da musculatura (adaptações musculares), mas pode também ocorrer através da melhora da comunicação cérebro-neurônio-músculo (adaptações neurais). E é sobre este segundo ponto que iremos falar hoje.⠀ ⠀

Dentre as adaptações neurais podemos citar:⠀ ⠀
1. Melhora no recrutamento de unidades motoras (fibras musculares);⠀
2. Maior taxa de disparo neural (quantidade de estímulo que o cérebro é capaz de enviar para a musculatura);⠀
3. Maior velocidade de propagação do potencial de ação (velocidade com que a informação do cérebro chega ao músculo e/ou retorna do músculo para o cerebro);⠀
4. Melhora da coordenação intramuscular (capacidade do músculo contrair todas suas fibras ao mesmo tempo). ⠀

Aplicado ao contexto da Corrida, o aumento da força muscular por adaptações neurais auxilia, principalmente, na Economia de Movimento (Economia de Corrida), pois contribui fortemente para o aumento da chamada Taxa de Desenvolvimento de Força – TDF (Que é o quão rápido seu cerébro é capaz de fazer seu músculo gerar força). ⠀

E o aumento na TDF faz com que o tempo de contato do pé com o solo durante a passada seja menor. E, como é nesta fase que ocorre a troca de energia com o solo, uma melhora neste aspecto pode representar melhor aproveitamento de energia potencial elástica pelo sistema tendíneo-muscular, gerando maior impulso nas passadas e menor custo energético. ⠀

Ou seja, você conseguirá correr mais rápido consumindo menos energia. Outra vantagem para os corredores de se melhorar a força muscular por aspectos neurais é a ausência de ganhos de massa muscular (hipertrofia). ⠀

Tendo em vista que quanto maior o tamanho dos músculos, maior será sua exigência energética, menor será sua densidade mitocondrial e maior será o peso corporal do atleta, nem sempre os ganhos de massa muscular serão desejados para os corredores. ⠀

Mas, os ganhos de força e melhoras na TDF, sim.⠀
Um trabalho de revisão sistemática publicado em 2018 pela revista Sports Medice (Blagrove RC, Howatson G, Hayes PR) analisou vários métodos de treino de Força (Resistência de Força, Força Máxima, Pliometria, Resistência de Força Explosiva e Sprints) em atletas de diferentes níveis (Treinados, Bem Treinados ou Altamente Treinados) e de diferentes distâncias (Curtas e Longas) e constatou que programas de treinamento de força (com mínimo de 4 semanas), em geral, melhoram significativamente a economia de corrida dos atletas entre 2-8% (para todos os corredores). ⠀

Mas, os autores enfatizam que para existir ganhos de performance com o treinamento de Força alguns aspectos importante devem ser bem controlados:⠀ ⠀
1. Quantidades de sessões de treinos na semana;⠀
2. Intensidade da carga de treino (pesos/velocidade);⠀
3. Tipos de exercícios utilizados (exercícios com peso corporal, pesos livres ou máquinas / exercícios multiarticulares ou monoarticulares / exercícios em cadeia cinética fechada ou aberta);⠀
4. Duração do planejamento de treino (em semanas) para cada método.⠀

Sendo assim, para garantir melhores resultados de performance em sua corrida através de um treinamento de Força, consulte um Treinador especialista na área. – Rodrigo Galhardo, Prof. BioEco.

Blagrove RC, Howatson G, Hayes PR. “EFFECTS OF STRENGTH TRAINING ON THE PHYSIOLOGICAL DETERMINANTS OFF MIDDLE- AND LONG-DISTANCE RUNNING PERFORMANCE: A SYSTEMATIC REVIEM”. Sports Science, 2018. ⠀

Compartilhar:

Deixe um Comentário

Últimas Notícias

 
Prêmio Melhores do Ano 2020!
Pelo terceiro ano consecutivo recebemos o Prêmio Melhores do Ano – categoria academia e personal trainer. ⠀ Esse prêmio é muito significativo para todos nós e nos dá a certeza de que a combinação de trabalho árduo, muito estudo, dedicação e amor pelo que fazemos resulta em um reconhecimento e confiança que também vemos diariamente
Ciclismo: pergunta clássica “como faço para melhorar nas subidas?”
  Aí vão algumas evidências muito interessantes desse paper, que rastreou o perfil fisiológico dos escaladores da elite do ciclismo em um time trial na mítica Puerto de la Morcuera, montanha com 1796m de elevação, 9.2km de distância, 7,2% de inclinação e ganho de elevação de 623m… bastante presente em La Vuelta da Espanha. Para
Bike Fit: eu mesmo fiz os ajustes e me sinto bem em cima da bike, isso quer dizer que ela está ajustada?
A menos que com uma dose descomunal de sorte ou intuição divina o ciclista tenha “acertado” seu posicionamento na bicicleta. ⠀ É comum escutarmos esse tipo de argumentação e na totalidade das ocasiões o “me sinto bem em cima da bike” representa apenas que, na tentativa e erro, o ciclista foi se adaptando aos ajustes
Não existe fórmula mágica para emagrecer
Problema complexo não tem solução simplista! Não se deixe enganar! Não será uma única coisa ou ação isolada que fará você emagrecer (o chá milagroso , a sementinha mágica, o suplemento seca barriga, a última moda em medicamentos, o único treino poderoso, etc.) Somos seres complexos! E soluções reducionistas não resolverão um problema dessa magnitude.
No pódio: veja as conquistas dos nossos alunos no último fim de semana!
Veja as conquistas dos nossos alunos no último fim de semana! Gabriela Nicolela – 1º lugar geral feminino na Track&Field Run Series!!! Glaucio Gibertoni, nosso aluno de Taquaritinga/SP, subiu ao pódio em 3º Lugar categoria 55-59 na 3H de Speed – GP Series Etapa de Tuiuti/SP! As alunas Paula e Fernanda na Meia Maratona de
Hoje é Dia do Atleta Profissional!
Hoje é Dia do Atleta Profissional! Independente do esporte, gostaríamos de parabenizar a todos pela dedicação, força, foco, planejamento e, principalmente, por nunca desistirem dos seus sonhos! Um parabéns ainda mais especial para os atletas do nosso Time!

Curta a nossa Fan Page

 

Instagram

 

Parceiros

 

Contato

 

Entre em contato para saber mais sobre treinos, calendário de provas e outras informações.

Fone:    +55 (19) 3382.5451
Celular: +55 (19) 99690.7588
Email:   contato@bioecoesportes.com.br

Endereço:
Rua Ipiranga, 226
Centro | Piracicaba-SP
CEP. 13400-480