Dor na corrida: o que fazer?

A dor articular é uma preocupação que acomete praticamente a todos os seres humanos, principalmente os que gostam de correr. Quem nunca sentiu esse tipo de dor em alguma articulação é privilegiado por sorte ou por uma ótima consciência corporal e muito treino realizado de maneira adequada. Suas causas são as mais variáveis possíveis: pode ser desde uma queda abrupta, uma pancada, massa corporal elevada, falta de suporte muscular ou até o mau uso da articulação no trabalho ou em casa.

Seus tratamentos também variam entre o simples e o complexo. Mas vamos aqui entender um pouco como proceder para prevenir e melhorar a performance da articulação. Primeiramente, procure saber a causa da dor. Após a descoberta através de exames clínicos e de imagem, busque a reabilitação. Nesse período, sua dor deve cessar completamente ou ficar muito “fraca”. Após isso, leve uma carta ou dados sobre as necessidades especiais que seu treinador deverá levar em conta em seu primeiro ciclo de treinos.

Ao começar a treinar, observe como seu pé toca o solo, se a distribuição de sua massa corporal está sendo dividida da melhor forma possível. Observe também, se o seu joelho, no momento que seu pé toca o solo, está um pouco flexionado (a literatura nos indica que ele sofre menos agressão quando está fletido). Essas são apenas pinceladas técnicas que vemos as pessoas sofrerem para melhorar.

Outro ponto muito importante é o equilíbrio do fortalecimento entre as regiões posteriores e anteriores do corpo. O equilíbrio corporal é um fator importante para a prevenção de dores, assim como o controle do peso corporal.

Observe muito se você está com sobrepeso ou obeso, pois isso poderá lhe trazer muitos problemas articulares, inclusive dores na coluna. Prefira perder um pouco de peso e fazer um fortalecimento antes de iniciar a corrida ou voltar a treinar para a corrida.

Esses pequenos cuidados podem fazer uma grande diferença em sua vida esportiva. Se cuide!

Compartilhar:

Deixe um Comentário

Últimas Notícias

 
Quarentena – Dica de livro: Transformando suor em ouro
‘Transformando suor em ouro’ é a história de Bernardinho contada por ele mesmo, desde os tempos de jogador até a consagração como técnico com o ouro olímpico. Mais do que relatar uma epopeia esportiva, o livro busca apresentar diferentes facetas do treinador ao mostrar como Bernardinho burilou o método que batizou de ‘Roda da Excelência’.
Manter ou fortalecer seu sistema imunológico? O assunto está em alta e boa parte da discussão inclui praticar exercícios e nutrição. Mas o que a ciência tem a dizer sobre isso?
A revisão publicada no Journal of Sport and Health Science (2019) é uma compilação de mais de 3 décadas de pesquisa sobre a associação: sistema imunológico-exercícios-nutrição. Pontos chave: O sistema imunológico torna-se mais frágil ou robusto de acordo com que nos expomos a estímulos que o fortalece ou o enfraquece. Fórmulas e misturas mirabolantes, pílulas
Garrafinhas de academia podem acumular mais de 6 tipos de bactérias
Presentes durante a prática de atividades físicas, as garrafas plásticas podem acumular mais de seis tipos de bactérias, de acordo com estudo. A boa notícia é que a higienização correta e outros cuidados podem reduzir os riscos. O jeito certo de lavar é bem simples: “Com sabão neutro realizando a fricção mecânica das paredes internas.
Quarentena: dica de filme!
Baseado em uma história real, o filme 100 metros – disponível na Netflix – conta a história de um homem diagnosticado com esclerose múltipla que questiona as limitações de seu corpo e, com a ajuda do sogro, treina para uma prova de Ironman! A lição principal do filme é: “render-se não é uma opção”. Emocionante!!!
Não existe alimento milagroso para combater o Coronavírus
A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o surto do novo coronavírus (SARS-CoV-2) como pandemia. O vírus, causador da doença COVID-19, colocou em estado de atenção a população brasileira, que agora busca orientações sobre como se prevenir e se comportar. Neste momento, o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) recorda o alerta do Guia Alimentar para
Mexa-se, mas fique em casa!
A prática de exercícios é uma forte aliada da sua saúde e manter-se fisicamente ativo(a) nesse momento que estamos vivendo é fundamental para sua saúde física e também mental. A recomendação mundial agora é ficar em casa para que todos possam se proteger. Faça adaptações e treine no seu lar, mas faça isso com a

Parceiros